Governo de SP avança 6 regiões para a fase amarela da quarentena

O governo de São Paulo avançou nesta sexta-feira (5) seis regiões do estado para a fase amarela do plano da quarentena. A nova reclassificação do Plano São Paulo passa a valer já neste sábado (6).

Araçatuba, Baixada Santista, Campinas, Grande São Paulo – incluindo a capital -, Registro e Presidente Prudente foram para a fase amarela.Barretos, Ribeirão Preto, Marilia e Taubaté passam para a fase laranja da proposta.

Já a região de Araraquara regrediu para a vermelha, a mais restritiva, na qual permanecem Bauru e Franca.

Classificação que passa a valer a partir de segunda-feira (8)

Vermelha – só operam serviços essenciais

Araraquara

Bauru

Franca

Laranja – bares não abrem, e demais serviços funcionam com restrições de horários e capacidade

Barretos

Marília

Piracicaba

São José do Rio Preto

Ribeirão Preto

São João da Boa Vista

Sorocaba

Taubaté

Amarela – comércio e restaurantes podem funcionar até 22h; bares até 20h

Araçatuba

Baixada Santista

Campinas

Grande SP – incluindo capital

Registro

Presidente Prudente

O que pode funcionar em cada fase

O que funciona na Fase Laranja (Esta fase sofreu alterações no dia 5 de janeiro e passou a ser mais permissiva)

Todos os setores de comércio e serviços passam a ser permitidos. A exceção é o atendimento presencial em bares, que continua proibido.

Capacidade de ocupação: antes era de 20% e vai para 40% em todos os setores.

Funcionamento máximo: ampliado de 4 para 8 horas por dia.

Horário de fechamento: atendimento presencial só poderá ser das 6h às 20h.

Parques estaduais, salões de beleza e academias: poderão abrir.

O que funciona na Fase Amarela

A capacidade máxima passa a ser limitada a 40% de ocupação para todos os setores. Antes, o percentual variava por setor: academias podiam operar com apenas 30% da ocupação, por exemplo.

O atendimento presencial ao público pode ser feito apenas até as 22h, em todos os setores, exceto no setor de bares, que pode funcionar até as 20h.

O horário de funcionamento passa a ser limitado a 10 horas por dia para todos os setores. Antes, o horário variava por setor.

Serviços essenciais que podem funcionar na Fase Vermelha

Farmácias

Mercados

Padarias

Açougues

Postos de combustíveis

Lavanderias

Meios de transporte coletivo, como ônibus, trens e metrô

Transportadoras, oficinas de veículos

Atividades religiosas

Hotéis, pousadas e outros serviços de hotelaria.

BancosPet shops

Loja de materiais de Construção, nas quais revendas especializadas em tintas estão incluídas

Deixe uma resposta