Brasilux Tintas lança campanha Verde Esperança, voltada para salvar vidas

A Brasilux Tintas está iniciando uma nova campanha de alcance social, chamada Verde Esperança, com a qual espera contribuir para que muitas vidas sejam salvas. É uma ação realizada em parceria com o Hospital de Amor, com sede principal em Barretos (SP) e uma das maiores referências no tratamento do câncer no Brasil.

A campanha consiste em divulgar a linha Verde Esperança, acrílico premium do segmento imobiliário, cujas embalagens foram especialmente desenvolvidas para que parte da venda de cada lata/galão seja revertida mensalmente para o hospital.

São diversas possibilidades de tons de verdes, dos mais diferentes matizes e para todos os gostos, que estarão à disposição do consumidor. Assim, pintar um muro, uma parede, um espaço qualquer com a tinta Verde Esperança representará ganho para o hospital de Amor.

Mirela Jabur, gerente de Marketing da Brasilux, explica que essa é uma iniciativa inédita no setor de tintas e inserida dentro da proposta de responsabilidade social da empresa, no chamado “marketing de propósito”, em que as duas partes se beneficiam. “No caso da empresa, nossa expectativa é trabalhar dentro do propósito da organização, que está ligado ao bem-estar e dentro deste pilar poderemos ajudar àqueles que precisam. E o hospital, por seu lado, ganha fôlego para ampliar o tratamento aos pacientes e salvar mais vidas. A Brasilux já vem de uma experiência bem sucedida com o Hospital de Amor.

Em 2019, por exemplo, dentro das campanhas Outubro Rosa e Novembro Azul, de prevenção ao câncer, a empresa destinou uma parcela das vendas de suas tintas ao hospital. “Mas a campanha Verde Esperança será bem mais abrangente”.

A campanha, estrelada pela jornalista e apresentadora Renata Fan, funcionará de forma integrada e abrangente, incluindo múltiplos canais, desde a mídia tradicional (impressa, rádio, televisão), redes sociais, rádio, outdoors e placas de estrada, depoimentos de arquitetos, de pacientes do hospital, ações com influenciadores e outras atividades pontuais.

Para estimular o interesse pela linha Verde Esperança, os pontos de venda receberão banners, displays, selos e fitas para os clientes. Também serão distribuídos cofrinhos, nos quais os clientes das lojas podem depositar contribuições espontâneas para o hospital. “Queremos estar associados à ideia de uma empresa que ajuda a salvar vidas e fazer com que todos os nossos clientes se sintam parte desta campanha do bem”, afirma Mirela. A campanha, diz ela, não tem prazo de duração: a intenção é torná-la duradoura. E a aposta é tão forte que a empresa até registrou o direito ao nome “Verde Esperança”.  A campanha Verde Esperança leva a assinatura da agência Motor Propaganda, localizada em Araraquara (SP).

Larissa Mello, coordenadora do Departamento de Captação de Recursos do Hospital de Amor, está muito confiante nos resultados da campanha. “É uma ação tão completa e encorpada que nos surpreendeu. Estamos aprendendo muito com a Brasilux, até para ampliar a nossa política de captação de recursos para o hospital. E considerando a experiência com parcerias corporativas, a Brasilux foi um dos maiores destaques até agora”, afirma. Além disso foi uma novidade, vinda de um setor inesperado. “Acreditamos que esse olhar diferenciado pode atingir muita gente que normalmente não atingiríamos, e conseguir seu engajamento”.

Em geral, diz ela, as empresas fazem ações específicas, pontuais. “A campanha da Brasilux é de uma grande maturidade e abrangência e temos muita confiança de que possa abrir novas frentes em outros segmentos”.

Larissa diz estar orgulhosa do fortalecimento dessa parceria, em especial devido à forte credibilidade das duas partes.” Estamos recebendo o suporte de uma empresa brasileira, de um segmento inusitado e um envolvimento profundo. Não só a Brasilux se propôs a nos dar respaldo financeiro, abrindo mão de parte do seu lucro, como está divulgando nosso projeto junto a diversos canais, como por exemplo colocando cofrinhos nas lojas para atrair doadores individuais”.

Essa ajuda é fundamental porque, como destaca, o hospital tem um custo alto, de R$ 40 milhões mensais. Funcionando em todo o País, e totalmente gratuito, o hospital recebe um aporte do SUS de cerca de 35% dos custos, de modo que todo mês a instituição precisa correr para arrecadar aproximadamente R$ 25 milhões para se manter. Em princípio, os recursos que virão da campanha Verde Esperança serão utilizados na manutenção da instituição e na ampliação de serviços e equipamentos oferecidos.

Um nome com significado – O Hospital de Amor era conhecido até bem recentemente como Hospital do Câncer de Barretos. Fundado há 58 anos, o Hospital do Câncer tornou-se referência nacional de qualidade no tratamento, humanização e muito afeto para com os pacientes. Com o passar do tempo e a ampliação das unidades para outros Estados, decidiu-se buscar um novo nome, menos restrito geograficamente. E assim, em 2017, o publicitário Washington Olivetto, com base em uma pesquisa feita por ele, mostrou que o amor era a característica mais marcante da instituição, que passou então a chamar-se Hospital de Amor.

Hoje o hospital atende pacientes de todas as regiões brasileiras, com unidades de tratamento, prevenção, reabilitação e pesquisa. Possui 7 unidades de tratamento espalhadas em 4 Estados, 3 unidades fixas de reabilitação (uma delas em construção) e 27 unidades moveis de prevenção. Atende cerca de 6 mil pessoas por dia, 100% de forma gratuita.  Em 2019 foram realizadas 24.351 internações, 252.544 quimioterapias e 1.047.440 atendimentos. A instituição reúne 380 médicos e mais de 3.800 funcionários, contando com reconhecimento internacional por sua excelência em tecnologia e cuidado humanizado. Suas unidades hospitalares estão localizadas em Barretos e Jales, as duas no Estado de São Paulo, além de uma terceira em Porto Velho (Rondônia). Ainda este ano entrará em funcionamento a unidade de Palmas (Tocantins).

Além de ações como as da Brasilux e outras parcerias, o hospital depende muito das contribuições da sociedade para manter seus programas. Os interessados em ajudar podem acessar o site hospital.ww.hospitaldeamor.com.br, onde existe um espaço para quem quer enviar projetos de parceria (que são analisados por um comitê) ou fazer doações por depósito bancário, boleto ou cartão de crédito.

Deixe uma resposta