O varejo está em um processo de mudanças

O que se mais tem falado ultimamente é sobre mudanças presente no varejo, pois quem não pensar em sua empresa de maneira diferente, terá dificuldade para enfrentar os possíveis novos desafios. Há necessidade de respostas em velocidade às constantes alterações dos clientes e do mundo em abraçar uma nova forma de aprender.

No final de maio, a SA Varejo promoveu um evento on-line com o nome de SA Varejo Webinar Series #7 com a presença de Juliana Silva, gerente de serviços digitais da Magazine Luiza, Romeo Brusarello, VP de transformação digital da Tecnisa e professor de MBA, e a Juliana Carsoni, diretora de estratégia de vendas da Unilever. Foi uma troca de experiências que resultou em insights que explicam e mostram que a razão de mudar a forma de pensar na empresa é essencial para a sobrevivência.

Insights

O primeiro é “Melhor feito que perfeito” que significa retirar das gavetas projetos e colocar em prática o mais rápido possível. A fase de aperfeiçoamento do projeto vem de acordo com a aprendizagem que se adquire durante o andamento dele.

O segundo é “Intuição x intimidade” que é usar dados para conhecer de forma profunda o consumidor e iniciar um relacionamento saudável mais íntimo com o cliente.

O próximo é “Multiplicidade de dados” que são os infinitos registros das empresas que faltam serem analisados para extrair os melhores insights que ajudarão em tomadas de decisões.

As “Empresas universitárias” podem ajudar a promover a transformação do negócio, pois formará um time analítico com capacidade de interpretação de dados para decisões mais precisas e assertivas.

“Ações das lideranças” são os gestores que precisam estar mais próximos das equipes e ouvir as sugestões dos colaboradores de como iniciar ou melhorar o processo de digitalização da empresa.

Por fim, “Diversidade cognitiva” são a presença de times com características múltiplas empíricas e valores com o objetivo de maior agilidade empresarial em qualquer inovação de negócio.

Deixe uma resposta