Saiba como cuidar das máquinas do sistema tintométrico durante a pandemia

Atualmente, o Brasil tem mais 25 mil máquinas de sistemas tintométricos – também conhecidas como Paint Mixing ou Tinting machines – em uso. O sistema tintométrico chegou ao país em 1992. A tecnologia já existia na Europa e Estados Unidos desde os anos 70 e ganhou rapidamente as lojas nacionais.

São reconhecidas como equipamentos muito úteis pela indústria de tintas e revendedores, assim como decoradores, arquitetos, construtores e consumidores em geral. O equipamento amplia diretamente a oferta de produtos com as mais variadas tonalidades e cores. Algumas maquinas trabalham com até 6.000 cores. Além de proporcionar qualidade e exatidão garantida pelos próprios fabricantes. Um benefício adicional muito valorizado pelos usuários, é o fato de voltarem a comprar exatamente as mesmas cores e tonalidades.

O que pouca gente sabe é a importância da limpeza e da manutenção dessas máquinas. Durante a pandemia do coronavírus (Covid 19) que as máquinas podem estar sendo pouca ou até nem sendo utilizadas, algumas dicas podem ser de grande valor.

A mais importante é manter a dosadora ligada mesmo com a máquina desligada. Com isso, o funcionamento da agitação permanecerá ligado, o que evitará o ressecamento do corante, quando a máquina for ligada novamente.

É importante também deixar a máquina abastecida com cerca de um litro de corante, nem muito mais nem muito menos, e com água na esponja. As medidas mantêm as funções automáticas em funcionamento.

Ao religar as máquinas, outros cuidados são importantes. Limpar os bicos e dos dosadores com escova e água é o principal. Dosificar uma medida pré-determinada de cada corante e devolver no reservatório também é importante, assim como fazer a purga de todos os bicos.

Salvador Nascimento, diretor operacional da Associação dos Revendedores (Artesp), enaltece outra prevenção. “Tenha sempre em mãos o contato da assistência técnica homologada e habilitada pelo fornecedor do equipamento, para eventuais necessidades.”

Comments are closed, but trackbacks and pingbacks are open.