logica_e

A Vedacit, em parceria com a startup Lógica-e, lança um sistema para revolucionar o teste de estanqueidade, obrigatório após a aplicação de mantas asfálticas. Eletrônico, o Vedacit Detector é fácil, prático e sustentável, pois promove uma economia considerável de água nas obras.

O Vedacit Detector resolve um contratempo comum. No teste de estanqueidade tradicional, a área onde a manta foi aplicada recebe uma quantia considerável de água e deve ficar 72 horas em observação para verificar possíveis imperfeições. Porém, se o defeito é muito pequeno, o problema de vazamento só irá aparecer posteriormente e os métodos convencionais não conseguem detectar.

O sistema desenvolvido pela Vedacit com a Lógica-e é eletrônico, feito por um aparelho que, por meio da eletricidade, detecta até as microfissuras na aplicação.

Além de precisão e praticidade, o Vedacit Detector otimiza a obra – que não precisará mais ficar parada por três dias, e é sustentável. “A água utilizada nos testes tradicionais não pode ser reaproveitada, por isso considerando quatro milhões de metros quadrados impermeabilizados com manta asfáltica por ano no país, com uma lâmina de 5cm de água, são descartados bilhões de litros no período”, afirma o executivo de TI da Vedacit, Alexandre Quinze, mentor da Lógica-e durante o programa de inovação aberta Vedacit Labs.

A startup foi uma das cinco participantes do primeiro ciclo. “Todas desenvolveram soluções de impacto para o mercado. Esse é um produto que nasceu dentro da empresa, após realizarmos estudos e analisarmos as opiniões no SAC, falhas de aplicação e o que poderia ser melhorado. É uma tecnologia 100% brasileira, cocriada pela Vedacit e Lógica-e”, comenta o presidente da Vedacit, Marcos Bicudo.

O Vedacit Detector é uma solução patenteada oferecida pela Vedacit junto com as mantas asfálticas. “Nossa intenção com a inovação é ampliar a oferta de soluções no segmento ganhando agilidade. A novidade garante uma boa instalação, com uma verificação pós aplicação rápida e eficiente”, acrescenta o executivo de Inovação e Sustentabilidade da Vedacit, Luis Fernando Guggenberger. O teste de validação será realizado pela CIANOVE, empresa do grupo Lógica-e, e o cliente receberá um certificado de boas práticas de aplicação.

“A expectativa é de atender cinco mil obras neste ano, cerca de três milhões de metros quadrados e manter um crescimento de 15% ao ano, atendendo todas as regiões do Brasil”, completa Bicudo.

O Vedacit Labs é o primeiro Programa de Inovação Aberta do setor. Além da Lógica-e, a primeira edição contou com a participação das construtechs Construcode, NETResíduos, Obra Azul e Programa Doce Lar. Mais de 400 startups se inscreveram para o segundo ciclo. As cinco escolhidas começam o processo de aceleração em março.

Comments are closed, but trackbacks and pingbacks are open.