Sem volta

Não adianta querer fugir, o mundo digital está aí e é preciso se moldar a essa realidade, principalmente para o bem das vendas. Confesso que tenho certa aversão por novas tecnologias e, até mesmo, demorei para comprar um celular. No entanto, não me vejo hoje sem essa praticidade.

As ações das empresas, sejam elas de qualquer porte ou segmento, precisam contemplar as ferramentas e canais oferecidos pela Internet, como site, e-commerce, e-mail marketing, anúncios online e mídias sociais, somente para citar alguns. Afinal, as novas gerações já estão consumindo e os comércios precisam adaptar seus sistemas de atendimento aos anseios desses consumidores.

Essa atuação, entretanto, precisa ser bem planejada para se obter resultados satisfatórios. Não adianta querer sair comunicando sem tomar certos cuidados. A primeira recomendação é contratar uma empresa que realmente entenda do negócio. Achar ser capaz de tomar todas as medidas internamente se revela um dos principais erros cometidos. Você não pode se esquecer que é a imagem de sua empresa que está em jogo e se mostra inconcebível tratar bem tão valioso de forma amadora.

Hoje, muitas agências são especializadas no assunto e contam com pacotes e serviços específicos para cada necessidade. Basta procurar um pouco para encontrar o fornecedor que se encaixa perfeitamente ao seu orçamento. A experiência e conhecimento contam muito também em razão de campanhas que podem se moldar às condições de seu mercado local. Hoje, as ferramentas eletrônicas disponíveis permitem trabalhos em nichos bem determinados, como áreas de influência de vendas ou grupos específicos de consumidores, como especificadores: arquitetos, decoradores, designers etc. Isso se mostra muito importante por dosar corretamente os investimentos e não ocorrer desperdício de recursos.

Sei que comerciantes mais tradicionais podem torcer o nariz para essas novidades. E, para falar a verdade, não sou diferente. No entanto, o mercado está exigindo isso. É preciso acompanhar essas mudanças, se modernizar e se atualizar não só para o bem da empresa e pelo lado profissional, mas também como um desafio pessoal. Tais obstáculos são uma oportunidade para crescimento. Eu já estou entrando nessa onda. E você?

 

Reinaldo Pedro Correa

Presidente do Sincomavi

Deixe uma resposta