_MG_9402

A Pesquisa do Prêmio Artesp 2018 será computada por ponto de venda. Esta foi uma das mudanças definidas com os fabricantes, na manhã desta quinta-feira (14), na sede da Associação dos Revendedores do Estado de São Paulo, em São Paulo. “O mercado vem mudando e temos que acompanhar este movimento. A existência de grandes grupos muda a aferição dos dados da pesquisa”, explicou Luis Ferrari, presidente do Conselho da Artesp e um dos responsáveis pela pesquisa.

Durante o evento, também foi apresentado o novo instituto que fará a pesquisa, o Locomomotiva. Focado em pesquisa, gestão e inovação, o Instituto Locomotiva faz análises de forma integrada para ajudar as empresas a ler e se relacionar com as demandas do novo consumidor, traduzindo números de pesquisas em estratégias de negócios mais eficientes para o prognóstico de comunicação.

“Nossa preocupação com a mudança não está limitada ao prêmio. A gente quer melhorar a Artesp como um todo. Queremos que a associação seja uma central de estratégia de mercado para o nosso setor. Por isso, vamos utilizar a pesquisa para entender melhor nossos os revendedores, para futuramente aplicar no dia a dia das lojas”, disse Jeanderson Ricardo Santaguita, presidente da Artesp.

“Por isso é importante receber os fabricantes, avaliar o prêmio do ano passado discutir todas as mudanças com eles. Nós queremos oxigenar nossas ideias”, completou o presidente.

Comments are closed, but trackbacks and pingbacks are open.