BASF

Basf expandirá capacidade de produção de Metilato de Sódio no Brasil

A Basf vai aumentar a capacidade de produção de sua fábrica de Metilato de Sódio em Guaratinguetá, no interior de São Paulo. A capacidade nominal terá um aumento de 30%, passando das atuais 60 mil toneladas métricas para 80 mil toneladas métricas. A nova capacidade entrará em produção em 2020.

O Metilato de Sódio é um catalisador eficiente e confiável, que oferece uma solução sustentável para a produção e o uso do Biodiesel, atendendo aos requisitos dos fabricantes de motores em relação a combustíveis de alta qualidade e menos emissões. O metilato de sódio aumenta a produtividade e reduz o custo de preparação do Biodiesel.

Com essa expansão, a Basf dará suporte ao crescimento de seus clientes de Metilato de Sódio. O Brasil é um mercado importante e significativo para o Biodiesel e os catalisadores correspondentes. As demandas e exigências dos clientes evoluíram para atender à estratégia ambiental e econômica do país, apoiando a agricultura local e a produção de biocombustíveis.

“Investiremos para poder acompanhar o rápido crescimento de nossos clientes e dar suporte às suas necessidades futuras. Reforçaremos nosso compromisso de atendê-los, oferecendo um abastecimento local e confiável de Metilato de Sódio”, afirma Alejandro Heine, vice-presidente de Químicos Industriais da Basf para a América do Sul.

A unidade da Basf em Guaratinguetá, Brasil, tem todas as condições necessárias para atender à crescente demanda dos clientes no Brasil e em outros países sul-americanos. A unidade fica próxima dos principais produtores de biodiesel no Brasil e perto do porto de Santos, o que oferece vantagens logísticas de exportação para a região.

Comments are closed, but trackbacks and pingbacks are open.