comunicado artesp

A Associação dos Revendedores de Tintas (Artesp) enviou um ofício ao Governo do Estado de São Paulo, na tarde desta terça-feira (24), para pedir a inclusão do varejo especializado em tintas nas atividades consideradas como essenciais pelo Estado e possam funcionar normalmente.

A reivindicação é justificada pelas lojas de tintas fornecer insumos fundamentais para o funcionamento de setores já considerados essenciais, como construção civil, manutenção de veículos de transporte, limpeza e zeladoria.

“É evidente que os cuidados de higienização, não aglomeração e outros importantes cuidados serão rigorosamente cumpridos. E com esse compromisso é que vimos à presença de V.Sas., solicitar a flexibilização para que o comércio de tintas permaneça ativo”, diz um trecho do texto.

Comments are closed, but trackbacks and pingbacks are open.