A Sika apresenta solução para resolver problemas de infiltração em áreas frias da casa

Muitas pessoas acreditam que os cuidados com a casa se restringem apenas às áreas externas, como pintura da fachada, ou situações que apresentam algum tipo de risco. Entretanto, um ambiente com mofo e umidade traz complicações ainda maiores para todos os moradores, desde desenvolver doenças crônicas como rinite e sinusite até problemas respiratórios.

A Sika, especialista em construção e impermeabilizantes, traz uma dica para ajudar a resolver o problema e ainda economizar, caso seja necessário fazer manutenção futura. O produto Sikatop 100 é um revestimento impermeabilizante protetor, a base de cimento, com areias selecionadas e resina acrílica, que possui excelente aderência e impermeabilidade.

As áreas frias, por exemplo, como a de serviço, cozinha ou banheiro, precisam ser devidamente impermeabilizadas, pois suas frequentes exposições à água, em seus respectivos usos e à lavagem para a limpeza, podem causar problemas de umidade nos cômodos em andares inferiores, como o desprendimento de placas de revestimentos ou até mesmo formação de bolhas na pintura e danos ao forro de gesso do pavimento inferior.

Como prevenir?

Para evitar dores de cabeça, logo após a execução do contrapiso, é necessário aplicar o impermeabilizante SikaTop®-100 em todo o piso, criando uma barreira impermeável por formação de película. O SikaTop®-100 é o mais procurado impermeabilizante do mercado para este fim.

Aplicação

Para aplicação do 100, basta misturar os dois componentes da argamassa, sem deixar nenhum grumo. Dica: pode ser feita uma haste metálica acoplada a uma furadeira para misturar mecanicamente.

Depois, molhar a base e aplicar a primeira demão com trincha, estendendo o produto de acordo com o consumo recomendado. Após 3h, umedecer a primeira demão e aplicar a segunda, cruzada em relação à primeira. Caso sejam requeridas mais demãos, proceda da mesma maneira. Após 3 dias, no máximo, aplicar o revestimento de cerâmico com a argamassa colante adequada.

O engenheiro e gerente nacional da Sika, Charles Spindola Abrenhosa, alerta que o ideal sempre é construir de forma adequada, procurar e utilizar todas as soluções técnicas para uma perfeita impermeabilização. “A boa notícia é que fazer bem feito custa muito pouco. Não chega 3 % do custo das construções. Mas, se vai reformar, o ideal é fazer corretamente para evitar mais quebradeira depois. E, mais do que estética, estamos falando do bem mais precioso que temos. Nossa família. Proteger sua casa com uma correta impermeabilização é zelar pelo bem-estar de todos”, afirma.